Cams.

Adotado no Evelyn's Place.com Camila C. Crosgnac Fracalossi, sagitário, 17 de dezembro de 1990. Formada médica veterinária pela UNESP Botucatu, namora o João (Fev/10) e é paraense de coração.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

VMA 2009

Ontem, 13 de Setembro, foi o Video Music Awards 2009, transmitido pela MTV direto de New York City! Pela segunda vez consecutiva, o evento foi apresentado por Russel Brand. Pra quem não sabe (como eu não sabia), o Russel é um inglês comediante, ator, colunista e apresentador de rádio e TV. Mas comentários a parte sobre a apresentação (porque eu gostei e todo mundo odiou), vamos aos fatos.

[+] O início

O VMA começou com a Madonna falando sobre o Michael Jackson, apresentando as homenagens. Sério? As palavras mais lindas e emocionantes. Não só eu, mas como todos os meus seguidores do Twitter ligados no VMA se emocionaram. Me arrepiou. Nas palavras dela: ele vai SIM sempre ser um rei. O nosso rei (veja o vídeo aqui).

Após as palavras da Madonna, vários dançarinos apresentaram trechos de músicas do Michael, sempre com o próprio em vídeo, no telão. Logo Janet Jackson estaria entrando no palco para participar da homenagem ao irmão na performance mais emocionante da noite (assista aqui).

Devidamente iniciado, o VMA então teve início. Algumas palavras do apresentador e então teríamos a primeira categoria da noite: melhor vídeo feminino. Concorriam nela Hot’n’Cold (Katy Perry), Single Ladies (Put A Ring On It) (Beyoncé), My Life Would Suck Without You (Kelly Clarkson), Poker Face (Lady GaGa), You Belong With Me (Taylor Swift) e So What (Pink). Pessoalmente, eu sou apaixonada por essa música da Kelly Clarkson, mas como a categoria era vídeo, torci muito pela originalidade ousada sempre presente nos vídeos da Pink, mesmo tendo quase certeza de que a Lady GaGa ia levar o prêmio, ou talvez a Beyoncé. Mas a surpresa não foi só minha: quando anunciaram You Belong With Me (Taylor Swift) como vencedora, até a própria Taylor ficou boquiaberta e sem reação. Ela subiu no palco, recebeu o prêmio e mal conseguiu dizer obrigada quando a grande figura da noite, o senhor Kanye West, tirou o microfone da mão dela, dizendo que quem deveria ter ganhado era a Beyoncé. A Taylor ficou sem reação, assim como todos os presentes (veja o vídeo aqui). O programa foi cortado e a história ficou nisso, contando com o fato de que nosso amigo foi vaiado todas as vezes em que seu nome era citado.

A performance da Taylor foi exibida minutos depois (tenho a impressão de ter lido/ouvido em algum lugar que tinha sido gravada antes, mas acho que foi só um trecho, porque terminou no palco), com cenas feitas no metrô. Perfomance divertida (clique aqui para ver).

[+] Outras categorias e seus vencedores

A segunda categoria apresentada foi a de Melhor Vídeo de Rock, onde concorriam Viva La Vida (Coldplay), Use Somebody (Kings Of Leon), 21 Guns (Green Day), I Don’t Care (Fall Out Boy) e Decode (Paramore). Fiquei louca querendo que os três primeiros ganhassem e tirassem o prêmio do Fall Out Boy, que eu não vou com a cara (DELES, mesmo, nem é contra a banda HAHA!), e TRUCIDASSEM o Paramore. Cansei de ver Paramore engolindo prêmios só porque tá em Crepúsculo. Já disse o quanto Crepúsculo me estressa? Não? É, me estressa. Então eu fiquei torcendo cada vez mais pelo Green Day, porque o Coldplay levou tudo no Grammy e o Green Day ficou um tempão meio outside. Cheguei ainda a postar no Twitter que era o que eu queria, mas eu já sabia que o Paramore ia ganhar. Sabia? Ledo engano! Logo o Green Day foi anunciado como vencedor e eu fiquei muito feliz. Por sinal, achei lindo o Billie Joe dedicando o prêmio pro filho, porque era aniversário dele. A performance, por sua vez,  foi a mais bizarra (clique aqui para ver): escolheram East Jesus Nowhere, uma daquelas músicas que a minoria gosta (ei, eu gosto!), e o Billie Joe naniquinho decidiu chamar o povão pro palco. Antes de cortarem pro intervalo, deu pra ver o segurando tentando chegar nele, proteger a pequena criança haha EURI!

Depois veio Melhor Vídeo Pop. Concorrendo a ela, Single Ladies (Put A Ring On It) (Beyoncé), Poker Face (Lady GaGa), Womanizer (Britney Spears) e Good Girls Go Bad (Cobra Starship ft. Leighton Meester). Tava ultra torcendo pra ter performance do Cobra com a Leigh e eles ganharem, mas nem rolou. Pelo menos a Britney levou o prêmio! \o/ E nem rolou performance porque ela tava em tour – mas teve até agradecimento em vídeo, achei digno.

Melhor Vídeo Masculino veio com tudo depois da apresentação da Beyoncé, trazendo We Made You (Eminem), Love Lockdown (Kanye West), D.O.A. (Death Of Auto-Tune) (Jay-Z), Live Your Life (T.I. ft. Rihanna) e Miss Independent (Ne-Yo). Tava torcendo total pro Eminem ganhar, mas nessa o T.I. levou a melhor. Mas logo viria Melhor Vídeo de Hip Hop, onde o Eminem estaria concorrendo, novamente, com We Made You, contra Kanye West ainda-sendo-vaiado-sempre-que-anunciado com Love Lockdown, Jay-Z com D.O.A. (Death Of Auto-Tune), Asher Roth com I Love College e Flo Rida, com Right Round. Nessa, o Eminem levou e dedicou aos seus fãs. Mereceu, por ter voltado com tudo depois de ter passado por tudo o que passou nos últimos anos.

Finalmente chegou a hora de anunciar a Revelação, categoria que estava sendo votada durante todo o programa. Concorriam Lady Gaga (Poker Face), Drake (Best I Ever Had), 3OH!3 (Don’t Trust Me), Kid Cudi (Day N’ Nite) e Ashter Roth (I Love College). Queria muito que 3OH!3 acabasse com todos esses, mas a Lady GaGa ganhou essa. Novidade?

Vídeo do Ano, então, foi anunciado. Concorriam Beyoncé com Single Ladies (Put A Ring On It), Lady GaGa com Poker Face, Eminem com We Made You, Kanye West com Love Lockdown e Britney Spears, com Womanizer. Torci pela Britney e pelo Eminem, mas a Beyoncé levou essa. Devo dizer que eu não estava exatamente feliz com isso, porque eu não gosto daquele vídeo dela. Mas a surpresa foi que ela agiu cheia de classe, como a diva que é, e chamou a Taylor Swift pra subir no palco. Valeu todo o VMA só de ver o Kanye West não ganhar nada, perder em Vídeo do Ano justamente pra quem ele defendeu e disse que tinha que ganhar e calar a boca com a atitude da Beyoncé. Bem feitíssimo.

[+] O fim

O show terminou com a performance do Jay-Z com a Alicia Keys, cantando uma música em homenagem à cidade de New York (veja a apresentação aqui). Aliás, a chegada do Jay-Z, por si só, acabou sendo um show, de tanta frescura. Por fim, o último bloco terminou com a exibição do trailer de This Is It (vídeo graças a essa página), o documentário sobre a vida de Michael Jackson.

[+] Outras performances

Lady GaGa apresentou Papparazzi, o que eu achei uma excelente escolha de música (é a que eu mais gosto). A maioria não gostou da apresentação, mas eu simplesmente me admirei. Teve um clima meio Fantasma Da Ópera, gerando comentários como “Só faltou o Eric /nome do fantasma/ lá”. Assista aqui.

Katy Perry fez um cover de We Will Rock You, do Queen. Na minha opinião, ficou bem ruim :x mas eu também não gosto da voz da Katy Perry, então não sei se essa visão conta. Assista aqui.

Beyoncé fez uma performance (ainda mais) dançante de Single Ladies (Put A Ring On It), sendo bastante admirada junto com os vários dançarinos. Assista aqui.

Pink teve uma das melhores apresentações da noite, cantando Sober pendurada. Ela não morreu de medo e a voz dela não sofreu nenhuuuma alteração. Sério? Foi ótimo. Asssista aqui.

Muse, por sua vez, foi anunciado com grande furor com um título que NÃO reconheceu a sua grandeza como banda – sendo chamado de “a banda que inspirou Stephenie Meyer” –, mas confirmou a mesma através da performance de sua nova música, The Making Of Surprising. Assista aqui.

[+] Apresentadores que se destacaram

foooot

Achei muito fofinho o fato de colocarem o Justin Bieber e a Miranda Cosgrove (a Carly de iCarly) para apresentarem uma categoria juntos! HAHA

                           

Além disso, também participaram da apresentação das categorias (e se destacaram, porque eu gosto deles HAHA) Leighton Meester (a Blair) e Chace Crawford, de Gossip Girl – que, por sinal, volta hoje com a terceira temporada!

vmaaa     58338188 

Ainda participaram da apresentação o meu amado Eminem e o meu anda mais amado Gerard Butler – que me deu um pequeno colapso emocional apresentando o Muse e sendo lindo e fofo, como sempre!

 

Recomendo que confiram o blog Jovem Paranóia, que tá começando mas já tá muuuito bom! :D O último post também é sobre o VMA haha! E vou-me indo porque ainda tenho aula hoje.

1 comentários:

Nana Cawaii disse...

Oieeee!

Tem sorteio no meu blog, depois dá uma olhadinha e....participe!!!

Beijos!

Postar um comentário