Cams.

Adotado no Evelyn's Place.com Camila C. Crosgnac Fracalossi, sagitário, 17 de dezembro de 1990. Formada médica veterinária pela UNESP Botucatu, namora o João (Fev/10) e é paraense de coração.

sábado, 4 de maio de 2013

"Graças a Deus!"

Mais uma vez, o abandono, né? HAHAHA. De qualquer forma, a vida tem andado cada vez mais corrida, e assim que possível (quem sabe essa semana?), tento um post novo sem reclamar :P

Eu me inconformo com as pessoas quando elas dizem um "graças a Deus". Não me importo quando sei que é só uma expressão, mas me incomoda quando eu sei que vai além disso.

Apesar do meu ateísmo, sempre respeitei e nada tenho contra pessoas religiosas - juro. Até admiro o caráter de algumas, e uma das pessoas mais importantes que passaram em minha vida, a quem eu agradeço por ser quem eu sou, é um padre. Mas o que leva à tanta indignação é que as pessoas aprenderam a depender de Deus. Elas rezam para conseguir o que querem/precisam, mas permanecem estáticas; e, quando se matam para realizar algo, ao consegui-lo, agradecem a Deus. Mas peraí: foi mesmo ELE quem fez tudo?

As pessoas esqueceram que, independente de sua religião, crença e criador, elas têm livre arbítrio por suas ações e são elas que fazem a sua jornada, que trilham o seu caminho. Elas têm força própria e são fortes o suficiente pra não precisarem de uma reza para agirem ou encararem a vida como ela é. Então, não agradeçam a Deus pela força que ele te enviou, porque se Ele existe, te DEU essa força e ela é nada mais nada menos que SUA.

Confie em si mesmo. Tenha a sua força. Agradeça a quem de fato está ao seu lado te ajudando nessa missão. Tenha Deus mandado essas pessoas ou não, são elas quem participam ativamente de sua vida.

Outra coisa que me incomoda: nos EUA, essa semana, um garoto de cinco anos matou a irmãzinha de dois com um rifle infantil. Na reportagem, a avó sorria enquanto dizia ter sido a "vontade de Deus". Mas peraí, gente… que Deus é esse que quer tanto assim que uma criança de dois anos seja assassinada por uma de cinco (não entremos no debate do ~rifle infantil~ porque não cabe nessa discussão)? Que tipo de avó SORRI porque sua neta foi assassinada e agradece a Deus? Desculpa, eu não consigo entender e eu acho que nunca vou conseguir. Você batalha duro, consegue finalmente conquistar um pouquinho pra sua vida, se ferra feio e perde tudo e você ainda agradece a esse Deus? Na boa, é imbecil pra mim. Sem ofensas, mas pra mim não faz sentido algum.

 

Desculpem o desabafo, mas isso ficou na minha cabeça essa semana. Todo mundo agradecendo e pedindo a Deus e achando que tá tudo certo, enquanto pra mim tudo só parece extremamente errado.

Obrigada por sua atenção e desculpem se acabei ofendendo alguém.

Cams.