Cams.

Adotado no Evelyn's Place.com Camila C. Crosgnac Fracalossi, sagitário, 17 de dezembro de 1990. Formada médica veterinária pela UNESP Botucatu, namora o João (Fev/10) e é paraense de coração.

sexta-feira, 13 de março de 2009

Ídolos - parte 2.

 image  Joanne Rowling.

Muito mais que J.K. Rowling é a mulher Joanne Rowling: com um talento supremo, batalhou absurdos pra alcançar seus objetivos e conseguir publicar Harry Potter, que cresceu junto com muitos de nós.

Joanne me forneceu mil e uma coisas boas na vida, dentre elas amigos maravilhosos (só citando alguns: Thiago, Leonardo, Thaís, Leka, Andressa, Júlia, Gábi etc), força nas horas que eu mais precisava, conselhos nas entrelinhas dos livros e a descoberta do dom da escrita que me foi dado. Considero-a como a melhor amiga que não me conhece, mas um dia eu realmente espero poder abraçá-la e agradecer por tudo isso.

Se eu pudesse dizer alguma coisa, eu diria... "Jo, thank you SO SO SO MUCH. You gave me the best things ever in life, you teach my values, you don't know how much you deserve from the world. You made life perfect and you'll still doing".

image James Elliot Bourne.

Gambá, James, Jiiiimmy! Tenho praticamente uma paixão platônica por ele.

Sendo um dos guitarristas e vocais do Busted, James conquistou milhares de corações com seu jeito de loser fofo HAHA com o fim do Busted, em 2005, James seguiu para o Son Of Dork, que acabou em 2007 ou 2008 (nãomelembro). Agora, James tá seguindo pra carreira solo, mas ela não é das melhores. Want Me Like That, primeira música divulgada em seu profile no MySpace, é muito bonitinha e a voz dele... *baba* é a voz dele, sempre. Mas Loser With No Life é meio estranha, a letra parece jogada e a melodia é bem contrária à da primeira. Há cerca de duas semanas, ainda, James anunciou uma nova banda com Ollie Spano, baixo/vocal. Anunciaram ainda um baterista secreto que anda gerando mil e uma especulações. As músicas são boas, mas eu tenho medo de que o James seja abandonado - MAIS UMA VEZ. De qualquer forma, EU continuo seguindo Jimmy até que ele se encontre - ou não.

Se eu pudesse dizer alguma coisa, eu diria... "Guy, you're kinda my hero. You gave me strenght every time I needed some. Thank you so much and come with McFly the next time!"

image McFly.

No início, foram ótimos substitutos para o Nightwish - minha banda preferida que tinha acabado de expulsar a vocalista que eu tanto amava.  No fim das contas, acabou entrando pro meu ranking das três bandas preferidas, acompanhados do Busted e dos Beatles. O que eu mais admiro é a amizade deles, SEM DÚVIDA, somada ao talento. E a humildade. Eles são fofos e gentis sempre e, depois do show em Outubro, admiro mais ainda: sabe o que é ver os olhos dos seus ídolos brilhando porque tem um público cantando TODAS as suas canções e pulando o show inteiro, mesmo depois de ter passado quase um dia todo na fila? É, é gratificante - para ambos. Nem vou discutir cada um dos talentos que eles têm, só deixar claro que eles merecem todo o meu amor por eles!

E 'BORA RIO DE JANEIRO, DIA 30 DE MAIO! *-*

Se eu pudesse dizer alguma coisa, eu diria... "Whatever I want to say, I hope I can say it in Rio! ;D"

image Anne Frank.

Vocês provavelmente não vão entender os meus motivos - mas eu não preciso. Se por acaso não sabe quem foi essa garota, eu explico: Anne Frank era uma garota judia que se escondeu durante boa parte da II Guerra Mundial com sua família e a família Van Pels no porão de um escritório. Anne tinha sonhos, anseios e sonhava em ter uma vida - mas ela não teve. Pouco depois do tão esperado contra-ataque dos ingleses, eles foram encontrados e enviados a campos de concentração. Anne e sua irmã Margot morreram doentes pouco tempo antes de o campo em que estavam ser desativado.

Por que eu a admiro? Ela escreveu um diário e queria que este fosse publicado. Seu pai, único da família que sobreviveu aos campos, encontrou este diário e publicou-o como homenagem à filha e registro da guerra. No diário, como faço questão de chamá-lo, Anne nunca deixa de acreditar ou de sonhar. Meio Pollyanna. A diferença é que Anne existiu, e merece toda a minha admiração e idolatria.

Se eu pudesse dizer alguma coisa, eu diria... "Strenght. You taught me well. Wherever you are, wish you are still believing in human kindness".

 

Aqui finalmente termino meu post sobre ídolos. Esses são os meus - quais os seus?

Tenham uma ótima sexta feira!

Beijos,

kuriririn

 

 

 

Cams.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Listening to Bullet - The Rasmus @ Windows Media Player.

2 comentários:

Lucas Santana disse...

Hey, bem, de todos esses seus ídolos parte 2, acho que o único que posso comentar é a Anne Frank. Escritora e reporter da própria vida, mesmo quando estava a um passo de perde-la. Instinto jornalístico ever. xD

Cherrie disse...

Gostei da idéia do post, pena que sou muito fraca em inglês e fiquei sem saber o que você diria para cada ídolo rs
Acho que eu não tenho nenhum ídolo, sou bem desligada nessas coisas, embora eu ache Leonardo da Vinci um gênio!

Postar um comentário