Cams.

Adotado no Evelyn's Place.com Camila C. Crosgnac Fracalossi, sagitário, 17 de dezembro de 1990. Formada médica veterinária pela UNESP Botucatu, namora o João (Fev/10) e é paraense de coração.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Review: novo álbum do Busted - Night Driver

Atenção: essa review é uma impressão de fã. Nada técnico, nada científico. Have some fun, folks! ;D


Quase todo mundo que me conhece sabe que a minha banda favorita é o Busted, há um booom tempo. Mas quase ninguém conhece, hahaha.
O Busted se formou na Inglaterra em 2000, composto de James Bourne, Matt Willis e Charlie Simpson. A banda fez um sucesso imenso e lançou dois álbuns, Busted (2002) e A Present To Everyone (2003). A conhecida música Year 3000, que se tornou sucesso na voz dos Jonas Brothers com trechos ridiculamente cortados ou substituídos foi um de seus maiores sucessos. Em 2005, porém, o Busted acabou devido à saída de Charlie, que pretendia se dedicar exclusivamente à sua banda flopada, o Fightstar.
Em 2013, Matt e James fizeram parte do genial McBusted (cujo álbum é um dos meus favoritos no universo ♥), e em novembro de 2015 finalmente revelaram que O BUSTED ESTAVA DE VOLTA com um vídeo muito emocionante no Facebook oficial da banda.
Em maio desse ano, eles enfim lançaram sua primeira música em 12 anos, Coming Home, disponibilizando download grátis da mesma, e um ano depois do anúncio do comeback, lançaram o álbum Night Driver.

Com a liberação de algumas músicas no canal da banda no Youtube, minha ansiedade mal agüentava pelo novo álbum, em especial depois da regravação da minha música favorita, Meet You There. Quando o álbum saiu, eu tava LOUCA pra ouvir, mas eu queria o MEU álbum, hahaha. Foi aí que eu ganhei de presente de aniversário adiantado do melhor namorado de todas as galáxias!




Busted - Night Driver
Lançamento: 11/11/2016
Compre aqui / ouça aqui.


01. Coming Home (vídeo)

"Went past the Taj Mahal
It's so fucking beautiful
But I miss my family
There's nothing else to see
I'm coming home"

A primeira música nova do Busted. Quando saiu, eu ouvi até o final e soltei um "ahn?". Ouvi de novo, e a música me dá uma sensação gostosa de nostalgia. Totalmente diferente, e uma boa abertura pra essa nova fase: Busted is back to stay, bitches! Elegi como a minha música de formatura.

02. Night Driver

"When you're riding around in the dark
With nothing but you and the beat of your heart
Would you believe it?
You better believe it, Annie
You're a night driver"

A minha menos favorita, hahaha. O ritmo é bem anos 80, batidas fortes e dançantes. Cola na cabeça, hahaha. Impossível não dar uma reboladinha ou não querer tentar um moonwalk. A little bit of power pop.

03. On What You're On (vídeo)

"She has a kind heart
Kind of love, take the time
to come save my soul
I'm so over misbehaving"

Mais uma extremamente dançante. Já me peguei fazendo passinhos de robô e imitando o vídeo no meio da cozinha enquanto assava um bolo (!), haha. Aquele grudinho gostoso pra cantar na fila do banco ou na sala de espera do médico (minha companhia favorita da fisioterapia, juro! haha).

04. New York

"I'm a little bit tired
I'm a little hungover
I don't know how to spend the day
As the city gets brighter
In the morning I wonder
How I let you slip away"

Uma das músicas que mais representa o Busted de 2005, pra mim. Uma das minhas favoritas de cara, amor à primeira vista. Um pop-rock moderninho bem delicinha e nostálgico.

05. Thinking Of You

"She's on fire, like no one else could get me higher
I guess I'm just a fucking liar
No matter where I go 
No matter what I do
I keep thinking of you"

Me lembra um negócio meio bolha de sabão, meio "2001: Uma Odisséria no Espaço". Eu não sei explicar, só sei que me dá uma sensação bem gostosa, hahaha. 

06. Without It

"But if you don't give a damn about it
Tell me that you can't get your head around it
Maybe we'd both be better off, both be better off without it"

Sou apaixonada por essa música. Me lembra um pouco umas bandinhas desconhecidas de 2005, que que adorava. Nossa nova 3 AM, como muita gente bem disse ♥

07. One Of A Kind (vídeo)

"I don't know what to say I'm in an empty stare
I try to think of something
But there's nothing there
In my mind you're one of a kind
It feels like love at first sight"

Música que me fez voltar pra adolescência, de alguma forma. Aquele momento apaixonado da vida, em que dá vontade de se declarar numa cena clássica brega de filme da Sessão da Tarde (Heath Ledger much?). Mais uma oitentista e, cara... eu odeio a música dos anos 80, mas sou obrigada a dizer que pegaram só a polpa e fizeram um negócio sensacional!

08. I Will Break Your Heart

"While we're at the start, let's pretend
That we'll never be apart and I will break your heart in the end"

Mais uma que me dá uma sensação totalmente 2005, me lembrando Alkaline Trio (alguém algum dia na vida conheceu essa banda além de mim? lol). Saímos dos anos 80 diretamente para os belíssimos anos 90, a esse ponto do álbum. E sim, eu sempre me sinto num túnel do tempo quando ouço as músicas na ordem original.

09. Kids With Computers

"Find another day that breaks my heart
Nothing I can say is ever enough for you
When I look around think I see the future
It's just kids with computers"

GEEKS. BUSTED. NERDS. Mais alguém me identifiquei? Proud to be a kid with a computer ♥ e louca pra fazer uma camisa com isso, hahahaha.

10. Easy (vídeo

"No fun when you're the only one
Love drunk when the others sober
No moon when the day has gone
No sun when the night is over
And I wish it were
A little more easy"

MINHA FAVORITA DESDE O PRIMEIRO MOMENTO EM QUE A ESCUTEI. Sou apaixonada pelas músicas do James, e essa é a cara dele. Sem mais. Amor puro, Busted puro. Poderia facilmente ter feito parte de um dos álbuns antigos.

11. Out Of Our Minds

"It's clear that the weekend means nothing to me
We here but we don't know how
We go off forever, indefinitely
We don't know the difference now
Cause we're out of our minds
We spend most of our time"

Mais uma música de Sessão da Tarde, de filme musical da Disney. Música de ouvir cantando alto num carro conversível, na rua vazia enquanto o vento esparrama os cabelos. Poderia inclusive fazer um crossover com Flipside (The Click Five).

12. Those Days Are Gone (vídeo)

"Sooner or later when the winter comes
I will picture us together
In my mind forever I will be holding on
Oh those days are gone"

Apaixonei? Apaixonei. A nova Why, com um pouco de synth pop. Inclusive me empolguei tanto com a música que desencavei o violão e mesmo com três anos de ferrugem, tirei a melodia completa e gravei. Amor puro.


Impressão final: de cara, parece que o Busted mudou por completo. Mas um ouvido mais atento percebe que a aparente mudança não passa de um amadurecimento musical. Por outro lado, também é possível apreciar o novo estilo sem necessariamente curtir o antigo. A inegável qualidade vocal e instrumental da banda somada aos sintetizadores, luzes e elementos surpreende pela forma como se encaixam, como se sempre tivessem caminhado juntos. Por vezes, os instrumentos são substituídos por elementos tech, o que não foi o caso em Night Driver. O álbum parece conter algum tipo de droga, capaz de permanecer num repeat eterno sem enjoar o espectador. Me surpreendeu da melhor forma possível. E aos meus colegas de fã-clube anti-Charlie: ele até parece mais simpático! HAUAHAUHA.

Nota final: 5/5.

E vocês, o que acharam do álbum? (:

0 comentários:

Postar um comentário